É foda

Li um texto do Otávio L Azevedo, o cara é incrível diga-se de passagem, e fiquei pensando muito. O texto falava sobre foder. Era tão cru, tão realista ao mesmo tempo… Animal e mesmo dentro deste conceito animal, lindo, romântico. 

Eu entendo que tenho que dissecar algumas ideias minhas sobre sexo e seus tabus. Cresci em criação religiosa e acho que isto me bloqueou uns bons tantos. Sempre achei meio feia essa animalização do sexo mas, e se houver um equilíbrio entre este desejo animal e a União de alma.

Queria entender como se da essa conexão com o outro. Como deve ser esse gozo compartilhado, que bonito deve ser se sentir tão intensamente amado, mesmo que seja por míseros momentos de um orgasmo. Como deve ser interessante poder usar desta forma também para demonstrar amor, carinho, se pararmos pra pensar sexo não é tão grotesco assim.

Existe um tabu gigante sobre sexo, e nesta desconstrução o pessoal foi pra outro extremo que é a banalização… Então fica tudo 8 e 80 e ninguém chega ao ponto de equilíbrio corpo, alma e mente. Eu vou pensar mais sobre o ato da foda, sobre como o sexo pode ser bonito e não necessariamente compartilhado apenas com quem se morre de amor, embora seja a melhor forma de compartilhar, tenho que dizer. Quando eu fizer minha experiência repasto com vocês, por enquanto tudo vai ficar aqui na mente.

Namastê 🙏

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s