Lê, saúde, saudade.

Lembrei de um amigo de longa data, conheci aos 13 anos, muito antes de toda essa bagunça existencial, muito antes de qualquer mudança expressiva. Ele era incrível, um amor de pessoa, doce, gentil, tinha uma voz incrível… Ele era tão diferente.

Na época eu não tinha muita noção das coisas, queria ser aceita, queria ser da turma pop. Eu também nunca fui muito normal, mas na adolescência isso não é assim muito admirado. Eu sinto que não valorizei o lê como deveria. Julguei-o muitas vezes, depois que ele saiu da igreja e começou a falar umas coisas que pra mim na época eram estranhas. Mas hoje eu entendo o lê.

Não sei por onde ele anda. Não sei o que tem feito da vida, não sei se ainda esta entre nós, mas queria mandar um recado pra ti lê… É que este te alcance: você é um dos seres mais iluminados que eu tive o prazer de conhecer. Até hoje lembro da sua figura, que ficou tatuada em minha alma para sempre. Te amo amigo.

Tomara que um dia ele leia, fico triste por entender hoje o que ele queria me ensinar lá atrás. Mas há tempo pra todas as coisas… Um dia nos reencontraremos.

🙏 ubuntu

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s