Revenge

Eu queria que todos vissem quão forte eu sou, quanto sucesso eu tenho, quanta glória me foi destinada. Queria esfregar no rosto de todos que me humilharam, de todos que me machucaram, eu venci, eu sobrevivi, eu estou melhor que você, eu sou mais feliz. 

Eu sei que este sentimento não é bom. Tem sido muito muito difícil lutar contra ele todas as manhãs. Espero não ter que esperar 7 anos para não sentir mais raiva, para não sentir mais injustiça. Li varias e varias vezes que nos somos responsáveis pelo que nos acontece, mas não consigo entender como pude ter sido tão cruel comigo mesma para merecer aquele tratamento.

Ele vai ser pai. Me veio um sentimento de frustração. Não hoje eu não queria ser a mãe dos filhos dele. Isto foi uma boa constatação. Mas eu sinto raiva, porque queria estar melhor, queria estar amando alguém de novo, noiva, sei lá… Parece que a vida nunca me proporciona a revanche. Eu quero vingança, não deveria mais quero. Quero que ele olhe daqui 5, 10, 20 anos… que seja, e morra por dentro, sabendo que eu venci, olha como ela é feliz… Olha o que eu perdi, eu não consegui acabar com ela.

Mas ok, vou me resignar. Foi o choque… mas eu tinha sonhado com isto. Assim como sonhei com várias coisas. Abraço os presentes do destino, do universo, do meu Pai. Me entrego a sua boa e perfeita vontade. Sou guerreira, se eu cair, ele me levanta, se eu chorar, a alegria vem pelo amanhecer, se eu sangrar, um dia coagula, cicatriza, sara. Um dia se perde, no outro se ganha. Viva e deixe viver.
Eu perdoo.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s