Primeiro adeus

Nesta série de despedida e limpeza, ciclo de 2008 a 2016 , 8 anos. Morri, renasci, como uma borboleta, como uma phoenix. O primeiro adeus vai para minha sina religiosa.

Foi bom, aprendi muito, sempre fará parte de mim, mas nunca mais irá me consumir. A presença do Pai vai além de templos, cargos, termos, normas, religiões. Encontrei o caminho, não cheguei ao destino, mas estou onde devo estar.

Entendo hoje que a vida é muito além de certos e errados, muito além de sim e não. A jornada de cada um é única, Deus é infinito… por que não poderia falar de infinitas formas? E o que servem os rótulos além de dividir? Amar e confiar no pai.

Então este ano se encerra o capítulo de certezas. Aprendi que fazer perguntas é tão melhor do que ter todas as respostas.

Livre enfim.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s