Yasmin Soundtrack

​Yasmin Soundtrack

Música e Alma. Musica é alma.  Alma tocada. Música me faz viajar, me faz transcender a matéria, me faz mergulhar em mim, me ver, me sentir. No caos que sou, no pesadelo que estou, música me acalma. Me faz pensar, pensar em tudo, observar tudo, salvar tudo. O que vale a pena ser salvo? Salve o que te faz bem, a música disse. Guarde o que foi bom, jogue fora o que não foi, lembre do riso, esqueça a tristeza, aprenda com a dor, observe a cicatriz com carinho, com gratidão, com fé. 

A vida é mais que certos, errados, sim e não.  A vida é mais que rótulos,é mais que fronteiras, regras, medos. Quem te disse que você não pode voar? Quem te disse que temos que combinar cores? Quem te disse que o azul é azul e o preto é o preto? Tudo é questionável, tudo é mutável, tudo é algo. A beleza da incerteza, a beleza da dúvida, a beleza do inesperado. A vida dá tantas voltas e nas voltas que ela dá ela nos molda ela nos muda, nos gira, nos vira do avesso, nos mostra do que somos feitos, nos testa, nos treina, nos ensina. A vida nos faz questionar quando achamos a resposta, nos faz odiar quando amamos, nos faz chorar quando estávamos rindo, nos faz pensar quando estávamos sentindo. Ah… vida.

Quando tudo isso acontece, nosso ego aparece, quando tudo gira e gira e gira e não para de rodar e a tontura nos olhos nos faz passar mal, e a mudança no mundo, no nosso mundo nos faz perder o norte. Sem norte, pra onde ir? O que fazer? Pra quem contar? Com quem contar? Onde chorar? O que fazer? Viver. Entender que tudo é passageiro, que pode durar um dia ou uma vida, mas de fato uma vida é um dia e um dia é uma vida. E de fato tudo que um dia veio, um dia vai embora. E de fato o desapego é necessário. Mas não dessa forma fria pregada, desapego de entender, de aceitar, aceitar até mesmo a dor que possa vir.

Nessa Música, só tocada, de melodia única, música de Yasmin, música para Yasmin, eu aprendi que a vida segue e que eu não tenho que controlar tudo, nem lágrima, nem riso, nem dor, nem cura. Nem amor, nem ódio, nem certeza ou dúvida. Nessa música, nessa vida, nessa fase, eu me permito sentir tudo, não me esconder de nada, se doer amém, se curar amém, se cair amém, se levantar amém. Se alguém me amar… se alguém me enxergar, se alguém me sentir amém e se não, também.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s