Mother’s day

Dia das mamães. Hoje eu não vou escrever sobre minha alma, talvez só um pouco. Mamãe que as vezes me entende e as vezes não.

Nesse perrenhe que eu passei… Até cabelo caiu, minha mãe que é a mais tagarela do universo não falou nada. Ela observou em silêncio minha dor, me abraçou e mesmo muda… Me ouviu. De todos foi a única que entendeu, que eu precisava daquele momento.

Minha mãe me abraçou no meu sonho. Minha mãe me abraçou no silêncio. Este ano eu entendi que apesar de todos os desentendimentos e visões diferentes de vida… Meus pais são os únicos que posso contar. No fim meus melhores amigos são eles.

Pessoas vem e vão. Somem, traem, machucam… Mas eles, ficam, eles nunca vão embora. São minha casa. Meu porto. Hoje Mami… Desejo a você todo o amor que você tem por mim.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s